Campanha CDL Saiba mais

Comunicação

Semana lojista
  • Importância do atendimento pontua evento da CDL Santa Cecília  

    Continue lendo
    Clique e leia
  • CDL Blumenau trata de comércio ambulante em reunião

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Concórdia apresenta novo formato para Femix 2021

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL Videira promove palestra “Mulher que se ama, se cuida”

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais
Notícias
  • Horário Natalino

    Continue lendo
    Clique e leia
  • Curso: Oratória – Falar em Público

    Continue lendo Clique e leia
  • Pomerode recebe kits de trabalho do CDL na Escola

    Continue lendo Clique e leia
  • 5 anos de CDL

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais
Blog
  • FCDL/SC lança campanha de incentivo à circulação de moedas

    Continue lendo
    Clique e leia
  • 7 Dicas para atrair clientes na Semana do Brasil

    Continue lendo Clique e leia
  • FCDL/SC lança campanha para a Semana do Brasil 2021

    Continue lendo Clique e leia
  • Benefícios de se associar e fazer parte de uma CDL de SC

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais

Mais capacitação, melhores resultados

Ivan Roberto Tauffer
Presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC)

A FCDL/SC fechou parceria com o Sebrae no início de 2021 para o Programa Brasil Mais. Cerca de 130 associados das CDLs catarinenses já receberam o atendimento dos Agentes Locais de Inovação (ALI) do Sebrae/SC. O Programa oferece acompanhamento contínuo e consultorias especializadas com um pacote completo de soluções para otimizar processos e melhorar os resultados das empresas participantes. A meta, em Santa Catarina, é atender cerca de 13.200 empresas, entre micro e pequenos negócios, até 2022. O ciclo 4 inicia no mês de novembro, com 2.200 vagas disponíveis em Santa Catarina. As inscrições já podem ser realizadas no link: https://brasilmais.economia.gov.br/ Até o momento os resultados do programa Brasil Mais no Estado são bem promissores. Mesmo em um período de estagnação econômica, provocada pela pandemia da Covid-19, cerca de 2 mil catarinenses participaram do primeiro ciclo. Destes, 25% aumentaram o faturamento e 65% ampliaram o indicador de produtividade. Esta ação possui uma ampla repercussão econômica e social de manutenção das micro e pequenas empresas. A união de esforços possibilita o suporte necessário ao empresário para desenvolver suas capacidades, tornando-as mais competitivas e eficientes.

Continue lendo